O crime bárbaro aconteceu na área rural da cidade de Ramilândia (220 km de Guaíra), no Oeste do Paraná, na noite de sábado (13).

Um jovem de 22 anos, inconformado com o fim do relacionamento com uma adolescente de 17 anos, foi até a Comunidade Casa Amarela, a cerca de 20 quilômetros de Ramilândia, e efetuou disparos de arma de fogo contra cinco membros da família da ex-namorada.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Uma criança de 6 anos, baleada no peito, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O tiro atingiu o coração do menino. Policiais militares de Matelândia foram acionados para atender a ocorrência.

De acordo com informações, o romance entre os jovens havia durado cerca de dois anos e terminou a poucos dias. O jovem era bastante agressivo e tentava a reconciliação com a ex.

A família estava reunida para um jantar no momento em que o jovem chegou efetuando os disparos. A criança e a mãe dela, de 24 anos, estavam passando o final de semana na casa dos avós da criança.

O casal morador no local, a mulher de 24 anos e a adolescente de 17, todos baleados, foram encaminhados a hospitais de Medianeira, com ferimentos considerados graves.

O corpo do menino foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Cascavel.

Ainda no início da tarde de domingo, o acusado de ter atirado na família da ex-namorada, sofreu um acidente na BR 277, no perímetro urbano da cidade de Medianeira. Ele foi socorrido por uma ambulância da Ecocataratas e levado em estado grave para um hospital em Foz do Iguaçu, escoltado pela Polícia Civil.

Portal Guaíra com informações da CGN