O Senador Roberto Requião subiu na tribuna do Senado Federal na noite de ontem (11) e fez uma apologia às invasões de índios no estado do Paraná. Para Requião “o Brasil está em guerra contra os índios“. Segundo ele a tentativa dos produtores rurais de defenderem seus direitos implica numa cruzada contra os direitos indígenas.

Em discurso na tribuna do Senado, senador Roberto Requião (PMDB-PR).
Em discurso na tribuna do Senado, senador Roberto Requião (PMDB-PR).

O Senador chamou os produtores rurais de “elites fazendeiras” incapazes de superar o “antigo hábito de matar índios“. Requião fez uma longa leitura da Carta Régia na qual o Império Brasileiro declara guerra aos índios botocutos em 1808 para fazer uma ilação de que os ditames da Carta continuam sendo impostos hoje aos índios pelos produtores rurais.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Requião insinuou que as terras do oeste do Paraná pertencem aos índios e que o movimento dos produtores rurais pelos seus direitos são apenas pretexto para perseguir os guarani nos dia de hoje, como o império fez no passado.

Requião usou as estatísticas do Cimi, segundo a qual 500 índios foram assassinados até 2013 numa guerra contra o agronegócio, 62% dos quais no Mato Grosso do Sul. Esse é o Senador e ex governador do Paraná: incentivando o conflito e atacando os produtores rurais.

Acompanhe o discurso do Senador

Fonte: http://www.questaoindigena.org/2013/06/senador-roberto-requiao-apoia-invasoes.html