O secretário de Saúde de Quatro Pontes, Marco Antonio Wickert, foi multado em R$ 15 mil por furar a fila de vacinação contra a Covid-19, conforme o Ministério Público do Paraná (MP-PR).

Segundo o MP-PR, o secretário fez um acordo com a promotoria, mas também perdeu os direitos políticos por um ano porque tomou a dose da vacina ilegalmente em março.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O multa será paga em 15 parcelas de R$ 1 mil reais, e o valor será destinado para o combate ao coronavírus na cidade.

Marco continua como secretário municipal de Saúde, pois pode assumir cargo público por nomeação. Entretanto, por perder os direitos políticos, não poderá se candidatar a nenhum cargo por um ano.

De acordo com o secretário, à época, ele tomou a vacina por que sobraram duas doses, que eram direcionadas para profissionais da saúde. Além disso, justificou que também está na linha de frente de combate ao coronavírus.

O secretário afirmou que considera a decisão injusta, mas que está com a consciência tranquila.

Portal Guaíra com informações do G1