ad

A grande quantidade de pistas a respeito do paradeiro de Dionathan Celestrino, 21 anos, conhecido como o ‘maníaco da cruz’, fez com que a Promotoria da Infância e Juventude de Dourados, município distante a 225 quilômetros da Capital, divulgasse uma nova imagem do jovem.

Ele está foragido da Unei (Unidade Educacional de Internação) Mitaí, de Ponta Porã, onde permaneceu internado por mais de quatro anos, após cometer três assassinatos.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“Esta é a foto mais recente dele, de quando estava internado na Unei de Ponta Porã. Como não temos pistas e há um mandado de busca e apreensão em seu desfavor, é grande o interesse em cumprir esse mandado”, afirma a promotora Dra. Fabrícia Lima.

Como os familiares do maníaco vivem em Dourados e ele é considerado uma pessoa perigosa, é grande o interesse na sua captura, de acordo com a promotora Lima. “Temos um laudo que atesta que ele é uma pessoa perigosa. As pessoas também estavam repassando pistas falsas, então a divulgação da foto é para ajudar no reconhecimento dele”, conclui a promotora. Ela, porém, afirmou que não pode dar mais detalhes sobre o conteúdo do laudo, já que o processo corre em segredo de Justiça.

Recentemente a reportagem esteve em Rio Brilhante, onde o maníaco residia com a família e teria cometido as atrocidades.

Qualquer pista pode ser repassada pelo 190.

Apelido “Maníaco da Cruz”

O jovem foi apreendido em outubro de 2008, quando ainda tinha 16 anos, por ter matado três pessoas no município de Rio Brilhante. Os assassinatos seguiam uma espécie de ritual e as vítimas, depois de mortas, eram posicionadas na forma de uma cruz, com os braços abertos e pés juntos. Por conta dessa disposição dos corpos, o garoto passou a ser chamado de ‘Maníaco da Cruz’.

15/04/2013 – Atualizado às 18:00
‘Maníaco da Cruz’ – Moradora afirma ter visto o foragido em Paraíso das Águas (MS)

Fonte: Graziela Rezende