ad

A polícia do Rio prendeu uma quadrilha que roubava contas bancárias na internet.

Os rapazes presos por furto qualificado, formação de quadrilha e porte de drogas alugavam uma mansão em Búzios, em frente à praia, luxuosa, com piscina no jardim por R$ 3 mil por dia.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com a polícia, eles conseguiram fraudar o sistema de segurança de um dos maiores bancos do País. “São jovens, alguns universitários, todos muito inteligentes. E voltaram essa inteligência para a prática de crimes”, disse o delegado Ronaldo Brito.

De acordo com a polícia, o golpe funcionava assim: pela internet, os hackers furavam a segurança eletrônica, acessavam contas de empresas e faziam transferências para contas de parentes e amigos. O dinheiro era sacado imediatamente, para não despertar suspeitas. As informações são do Jornal Nacional

Nos últimos dois anos, de acordo com as investigações, o grupo desviou mais de R$ 2 milhões. “Eles gastavam R$ 20 mil por noite. Então, sempre precisavam de mais dinheiro e assim os golpes eram praticados todos os dias”, diz o delegado Michel Floroschk.
Parte da quadrilha estava nas cidades de Volta Redonda e Barra Mansa, no sul do Estado do Rio. Ao todo, foram presas 12 pessoas, entre elas, a chefe da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), o escritório regional do Detran, em Volta Redonda.
Fonte: Terra