A Argentina continua a dar combate a nuvens de gafanhotos em seu território. De acordo com o fiscal agropecuário do Rio Grande do Sul Juliano Ritter, que mantém contato com técnicos do Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar (Senasa), do país vizinho, na última sexta-feira, 14, foi realizado uma pulverização aérea sobre uma nuvem que está em Santiago del Estero. Há dois ou três dias, o controle teria sido sobre um grupo de gafanhotos que está em Salta.

“Há duas nuvens em Salta, uma em Tucumán, uma outra em Santiago del Estero e mais uma [que também estava nesse último local], mas que ‘desceu’ e foi para Córdoba’, afirma Ritter. Ele acredita que, mesmo com o deslocamento, essa última nuvem ainda esteja a cerca de 500 km da fronteira com o Brasil.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Portal Guaíra com informações do Canal Rural