ad

As seis vítimas que morreram em uma forte batida na madrugada de sexta-feira (19), na PR 323 entre Umuarama e Perobal não utilizavam cinto de segurança, segundo a PRE (Polícia Rodoviária Estadual).

Os carros estavam em alta velocidade, tanto que a Parati – ocupada por quatro rapazes, travou o velocímetro em 160 km/h. No asfalto não há marcas de frenagem.

A Polícia Rodoviária Estadual informou que as vítimas seguiam sentido Perobal quando atingiram de frente o veículo Astra que seguia no sentido oposto. A batida por volta das 3h20 foi tão forte que dos carros restaram apenas o amontoado de latas e peças de motor.

O condutor da Parati, o jovem Lucas Eduardo de 18 anos não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação). No carro ainda estava Marcelo Alderi de 20 anos, João Teixeira de 21 e Rafael Alves de 21.

No Astra estava o casal morador de Umuarama Rafael Junior Alves Barbosa, 29 anos e uma adolescente de 16 anos.

Os corpos foram recolhidos ao IML (Instituto Médico-Legal) de Umuarama.

Portal Guaíra com informações da Catve