(Foto: Reprodução/Tribuna do Interior)

Uma fatalidade terminou com a morte do carreteiro Juliano Palinha, 36 anos, no domingo (14), após sofrer queimaduras em 80% do corpo, depois de o tanque de combustível de sua carreta explodir. O acidente aconteceu ainda na sexta-feira (12). Porém a vítima foi socorrida com vida e internada, não resistindo aos ferimentos, morrendo dois dias depois.

O trabalhador seguia com a carreta pela rodovia PR-317 entre Quarto Centenário e Bandeirantes do Oeste. O incêndio teria iniciado quando Palinha foi trocar a bateria da carreta, ocorrendo um curto circuito. Com isso, pegou fogo no tanque de combustível, que explodiu atingindo a vítima. O fogo se alastrou por toda a carreta, que ficou completamente carbonizada.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O trabalhador era natural de São Pedro do Ivaí. Atualmente estava morando em Mauá da Serra. Ele foi socorrido por equipes dos Bombeiros de Goioerê e do Samu. O corpo foi velado e sepultado no fim da tarde desse domingo, em São Pedro do Ivaí.

Portal Guaíra com informações do Tribuna do Interior