Uma advogada foi assassinada a tiros na noite desta sexta-feira (19) em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná. Eloísa Maria Reis Guimarães, de 37 anos, foi morta dentro do próprio carro na rua Doutor Arthur João Maria Ribeiro, no Residencial Buenos Aires, no bairro Contorno. A assistente dela também foi baleada.

Conforme foi revelado pela Polícia Militar no local do crime, a vítima tinha acabado de sair da casa da esposa de um cliente, que está preso, quando foi surpreendida por um homem armado. O bandido quebrou o vidro do carro e atirou pelo menos 30 vezes a queima roupa. Eloísa foi atingida várias vezes e morreu ainda no local.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A assistente dela, que estava no banco do passageiro, foi baleada na região pélvica e no quadril e foi atendida no local pelo Samu. Ela foi conduzida a um hospital da cidade e não corre risco de morrer.

Peritos da Polícia Científica estiveram no local para coletar indícios que poderão auxiliar na investigação do caso. Testemunhas disseram que um carro branco teria sido usado pelo assassino e que o modelo do veículo seria um Fiat Mobi ou um Renault Kwid. A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar o caso, mas ainda não há informações sobre possíveis autores ou motivação para o crime.

A Ordem dos Advogados do Brasil do Paraná (OAB-PR) emitiu uma nota em que manifesta pesar pela morte da advogada e cobra celeridade na investigação do homicídio. Veja na íntegra:

É com pesar que a OAB Paraná toma conhecimento da morte da advogada Eloisa Maria Reis Guimarães, de 37 anos, em Ponta Grossa. Diante das notícias sobre as circunstâncias violentas em que o crime ocorreu, a OAB espera a elucidação rápida do caso.

Informações preliminares dão conta de que Eloisa Maria e uma assistente foram encontradas na noite da última sexta-feira (19) pela Polícia Militar no interior de seu veículo, na região do Bairro Contorno. A Polícia Civil de Ponta Grossa investiga o homicídio.

A Subseção de Ponta Grossa da OAB também se manifestou e informou que o presidente da entidade, Jorge Sebastião Filho, acompanhou os primeiros procedimentos realizados pela polícia. Uma comissão da OAB-PG também vai acompanhar o andamento do inquérito. Leia a íntegra do comunicado.

A OAB-PR manifesta seu pesar pelo falecimento da advogada Eloisa Maria Reis Guimarães e se solidariza com os familiares e amigos. O Presidente da Subseção acompanhou pessoalmente as primeiras investigações realizadas pela Polícia Civil e já designou a Comissão de Advocacia Criminal para acompanhar o caso.

A advogada de 37 anos foi baleada em seu carro, no Núcleo Buenos Aires, e não resistiu aos ferimentos. A assistente, que acompanhava a advogada, também foi baleada e foi levada ao hospital. Segundo informações, a ocorrência aconteceu por volta das 19h40. O carro estava parado sobre a calçada para desembarque de uma terceira pessoa, quando as ocupantes foram surpreendidas pelos atiradores. Ainda é desconhecida a motivação do crime.

Portal Guaíra com informações do Massa News