O deputado federal Sérgio Reis (PRB)(Divulgação/VEJA)

ad

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) rejeitou a prestação de contas da campanha do deputado-celebridade Sérgio Reis (PRB), cantor e compositor de música sertaneja.

A decisão unânime foi tomada na terça-feira (2) em sessão de julgamento do tribunal.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com o relator do processo, desembargador Mário Devienne Ferraz, Sergio Reis omitiu gastos e alterou o valor de despesas na última prestação de contas sem, no entanto, apresentar a documentação que justificasse a mudança.

O magistrado considerou as irregularidades “insanáveis”. Como punição, o deputado deverá pagar 1.597,50 reais ao Tesouro Nacional, relativos aos recursos de origem não identificada, além de repassar ao PRB 300.239,86 reais não usados em sua campanha.

O parlamentar ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília (DF).

Ele recebeu 45.330 votos no ano passado e só garantiu uma vaga da Câmara por causa da votação expressiva do líder da bancada do PRB, deputado Celso Russomanno, que teve 1,5 milhão de votos.

Portal Guaíra com informações da Veja