Na data em que se comemora o Dia das Mães, a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, fez na noite de domingo (8) um pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão para falar das ações do governo federal voltadas às mães brasileiras.

O pronunciamento durou cerca de três minutos e meio. Michelle apareceu ao lado da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Cristiane Brito.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“Ser mãe é um trabalho em tempo integral. Por vezes, abrimos mão das nossas vontades para acolher nossos filhos e oferecermos o nosso melhor para eles. Ser mãe é chamar para si a maior e mais divina das responsabilidades”, afirmou a primeira-dama.

Ao longo do pronunciamento, Michelle afirmou que as mães são prioridade no Auxílio Brasil, que substituiu o Bolsa Família, nos programas habitacionais e nos processos de regularização fundiária, que vêm sendo usados como bandeira do governo Bolsonaro.

Ela também falou do programa Renda e Oportunidade, que permite às mulheres o reembolso com gastos com creche ou a liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para pagar despesas com educação infantil, e o Cuida Mais Brasil, que tem como foco a saúde da mulher e a assistência materno-infantil.

A primeira-dama tem intensificado suas aparições no ano em que Jair Bolsonaro (PL) tenta a reeleição como presidente da República. Em março, ela participou e discursou no lançamento da pré-candidatura do marido. Também esteve em evento do Republicanos, que pertence à base de apoio do governo.

Não foi sua primeira aparição em pronunciamentos em rede nacional. No Natal de 2021, ela esteve ao lado do presidente e falou por mais tempo do que Bolsonaro.

As informações são da CNN Brasil