Dionathan Celestrino, de 21 anos, conhecido como ‘Maníaco da Cruz’ pelo crime cometido na cidade de Rio Brilhante, foi expulso do Paraguai por volta das 17h30 desta segunda-feira (29) e entregue às autoridades brasileiras que foram até as imediações da ADUANA Paraguaia para receber o criminoso e levar de volta à cidade de Ponta Porã, de onde havia fugido no dia 3 de março da sede UNEI local.

maniaco2

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O Dr. Alexandre Amaral Evangelista, delegado de Policia Civil de Ponta Porã, acompanhado de dois agentes foram receber o maníaco que teve a sua expulsão do Paraguai marcada por protestos e gritos de pessoas que demonstraram a revolta naquele momento.

Logo após voltar a cidade de Ponta Porã, Dionathan Celestrino, agora com 21 anos, teve a sua prisão preventiva decretada pela Justiça de Ponta Porã, sendo encaminhado a sede da Policia Federal onde irá cumprir o último ritual antes de ser encaminhado a uma cela da delegacia de Policia Civil.

maniaco3

Segundo informações, Dionathan Celestrino, estava trabalhando em um lava jato na cidade de Horqueta, próximo 100 km da capital Assunção e foi reconhecido por um casal que tomava sorvete em um local próximo de onde Dionathan estava trabalhando. Logo que viram seu rosto, o casal o reconheceu e imediatamente, alertaram as autoridades policiais que começaram uma investigação culminando com a sua prisão no início da manhã de sábado (27).

Na manhã desta segunda-feira (29) Dionathan foi transferido para a sede da Policia Nacional em Pedro Juan e e no final da tarde foi entregue às autoridades brasileiras.

maniaco1

Veja também
Maníaco da Cruz é preso no Paraguai

Com informações e fotos de Tião Prado/Conesul News