ad

Uma pesquisa publicada na revista científica The Lancet Oncology estima que 400 mil casos de câncer de endométrio foram evitados nos últimos 50 anos graças às pílulas anticoncepcionais, sendo que 200 mil foram prevenidos na última década.

A pesquisa analisou o histórico de 143.019 mulheres de 36 estudos diferentes. Entre elas, 27276 tinham câncer no endométrio. O estudo mostrou que a cada cinco anos usando contraceptivos orais o risco de câncer de endométrio diminui em um quarto.

Segundo os estudiosos, este benefício ocorre porque os anticoncepcionais diminuem a quantidade de estrogênio circulando no organismo e isso faz com que o risco de câncer de endométrio caia.

A pesquisa também observou que a proteção contra o câncer de endométrio continuou por cerca de 30 anos após as mulheres terem parado de utilizar as pílulas anticoncepcionais.

Portal Guaíra com informações Msn.com


CLINICA SALUTAR