(Foto: Danilo Martins/OBemdito)

A Polícia Civil de Umuarama prendeu na noite desta quarta-feira (2) uma mulher suspeita de ser a mandante do crime de homicídio qualificado praticado no dia 29/05/2021, por volta das 21h, no município de Perobal. A mulher, identificada como E.P.D.C.D.S (53 anos), é esposa da vítima, J.R.D.S (58 anos).

No dia dos fatos o executor do crime foi autuado em flagrante. Trata-se do indivíduo qualificado como G.M.A.D.S (23 anos). Em interrogatório, ele contou à polícia que foi contratado por uma pessoa para praticar o crime, mas não revelou quem seria essa pessoa. Afirmou que receberia o valor de R$ 1 mil pela ação criminosa, mas não chegou a pegar o dinheiro.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ele relatou que no dia do crime saiu de Perobal com a vítima em direção a uma festa, em Saltinho do Oeste. Quando retornavam da festa em direção a Perobal, a vítima encostou o carro em uma estrada vicinal para falar ao telefone, nesse momento o indivíduo deu um golpe conhecido como ‘mata-leão’ e desacordou a vítima.

Em seguida, ele assumiu a direção do carro da vítima e passou com o veículo sobre o corpo desta. O homem chegou a ser encaminhado ao hospital do município de Perobal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Já no dia dos fatos o Grupo de Diligências Especiais (GDE) de Umuarama passou a levantar informações sobre o caso e obteve a informação de que a mandante do crime seria a própria esposa da vítima.

Diante disso, os investigadores fizeram diversas diligências e conseguiram confirmar junto a testemunhas a veracidade dos fatos. Que a mulher mandou matar o marido porque não aguentava mais ser traída por este. Descobriu-se, ainda, que a mandante do crime estava com viagem programada para o Estado de São Paulo.

Diante da confirmação da autoria e da possibilidade de fuga da suspeita, a Polícia Civil representou por sua prisão preventiva, o que foi deferido pelo Poder Judiciário.

Com o mandado em mãos, o GDE de Umuarama logrou êxito em localizar a mulher e efetuou sua prisão. Ela foi capturada na residência de familiares, localizada na Zona III, município de Umuarama. Agora ela ficará na cadeia pública da à disposição da Justiça.

Portal Guaíra via Assessoria