ad

[dropcap color=”#dd3333″]O[/dropcap] homem que assassinou a própria mulher e tentou se matar no fim da madrugada de quinta-feira (27), em Pinhais, teria cometido o crime por causa de uma suposta traição. Após matar a mulher com golpes de faca, o homem acionou a Polícia Militar (PM), ingeriu veneno e tentou se enforcar. Quando a equipe chegou ao local, encontrou o homem pendurado em uma corda e espumando, ainda com vida.

Ao chegar no endereço indicado, a PM encontrou o portão e a porta da sala abertos e, ao entrar no local, localizou o homem pendurado em uma corda no pescoço, espumando e aparentemente sem vida. Ao checar o pulso, um dos soldados percebeu que o homem ainda estava vivo e prestou os primeiros socorros. Na casa foram encontradas cápsulas de veneno de rato abertas, que haviam sido ingeridas pelo homem.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Em busca pela residência, um dos policiais encontraram o corpo de uma mulher, identificada como esposa do homem, morta em cima da cama com vários ferimentos causados por uma faca e com um corte profundo no pescoço. O objeto foi encontrado embaixo da cama em que a vítima estava.

O homem confessou à equipe que cometeu o crime, e disse que a motivação seria uma suposta traição cometida pela esposa. Ele foi encaminhado ao Hospital Evangélico, e o corpo da mulher foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

Portal Guaíra com informações do Massa News