ad

[dropcap color=”#dd3333″]O [/dropcap]ex-jogador do Coritiba, Daniel Corrêa Freitas, de 24 anos, que foi encontrado no sábado (27) morto com o pênis decepado na Colônia Mergulhão, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, foi brutalmente espancado por quatro pessoas em uma festa no município. As informações são de uma testemunha que prestou longo depoimento de três horas na quarta (31) na Delegacia de São José dos Pinhais. Ele teria sido flagrado na cama com uma mulher casada.

Seis pessoas, incluindo Daniel, que estavam em uma festa em uma casa noturna quando decidiram seguir para uma residência em São José dos Pinhais. Lá, Daniel teria sido flagrado no quarto da mulher pelo marido dela e espancado brutalmente por quatro pessoas. Jacob Filho, advogado desta testemunha que será incluída no serviço de proteção à testemunha, afirmou que um deles pegou uma faca e eles levaram o jogador muito machucado para o porta-mala do carro e saíram.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A polícia já está com as imagens cedidas pela casa noturna onde todos os envolvidos estavam. A polícia trabalha com a hipótese de crime passional e a prisão dos autores do crime pode ser decretada a qualquer momento. Ainda não se sabe se o jogador tinha um caso com a mulher ou se ela foi estuprada por ele.

O corpo de Daniel foi velado e sepultado no município de Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais, na quarta.

Carreira
Revelado pelo Cruzeiro, Daniel alcançou destaque nacional jogando pelo Botafogo. Em seguida, foi contratado pelo São Paulo, que apostou na jovem promessa, mesmo com o jogador tendo sofrido uma grave lesão no joelho direito.

Sem se firmar no Morumbi, o atleta foi emprestado no ano passado ao Coxa. A expectativa no Alto da Glória era grande, mas novamente as lesões atrapalharam e Daniel pouco jogou (foram seis partidas, ao todo). Neste ano, foi emprestado para a Ponte Preta no primeiro semestre e na sequência rumou para o São Bento, onde jogou duas partidas pela Série B deste ano.

Apesar do insucesso no Couto Pereira, o jogador deixou amigoss em Curitiba e na última sexta-feira esteve na Capital, onde participou de uma festa numa casa noturna. Na sequência, continou as comemorações na residência de um amigo, de onde saiu dena manhã de sábado. E desde então não foi mais visto.

Portal Guaíra com informações do Bem Paraná