O suspeito de assassinar um jovem, de 27 anos, no bairro Tatuquara, em Curitiba, se apresentou na Polícia Civil na quarta-feira (29). Ele alegou ao delegado que tudo começou com uma briga de trânsito e uma dívida no valor de R$150.

Segundo o Delegado de Homicídios, Victor Menezes, um acidente envolvendo a vítima e o suspeito aconteceu em novembro. O atrito entre os dois começou com uma cobrança por parte do jovem que foi assassinado, para o consertar a sua moto.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“O autor dos tiros disse que foi ameaçado pela vítima. Os dois não se entenderam quanto ao valor do conserto. O suspeito conta que as cobranças começaram na faixa dos R$50, depois dos R$70 e terminou nos R$150”, explica o delegado.

O crime aconteceu em um posto de combustível em 23 de dezembro. A vítima foi assassinada com tiro no pescoço. Na fuga, o suspeito quase atropelou um dos frentistas que trabalhava no local. Câmeras de segurança registraram o momento do homicídio.

Ainda de acordo com o delegado, o autor vai responder pelo crime em liberdade. Os investigadores procuram a arma utilizada no crime, que segundo o atirador, foi jogada em uma mata da região.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais