O Ministério Público do Paraná, por meio do Núcleo de Francisco Beltrão do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), prendeu em flagrante na quarta-feira, 19 de outubro, um servidor municipal de Quedas do Iguaçu. O agente público é alvo de investigação por corrupção passiva.

O Gaeco recebeu informações de que o servidor teria solicitado R$ 2 mil a sócios e funcionários de uma empresa especializada em armas e munições para liberar um alvará para construção de um estande de tiro na cidade.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ele foi detido em flagrante, no local da obra – estava, inclusive, em um carro do Município no momento da prisão, com o dinheiro da propina. Após prestar esclarecimentos na Delegacia de Polícia de Quedas do Iguaçu, o servidor foi encaminhado para a Cadeia Pública da cidade.

Portal Guaíra com informações da CGN