A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou nessa segunda-feira (4) mais 1.704 casos e 50 mortes pela Covid-19 no Paraná. Os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas.

Os dados acumulados do monitoramento mostram que o Estado soma 1.512.060 casos e 39.040 óbitos pela doença.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Os casos confirmados divulgados nesta data são de outubro (251), setembro (1.160), agosto (126), julho (62), junho (77), maio (25) e abril (1) de 2021, e de novembro (1) e setembro (1) de 2020.

Os óbitos são de outubro (10), setembro (21), agosto (5), julho (5), junho (4), maio (4) e abril (1) de 2021.

INTERNADOS

De acordo com o informe, 593 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 468 em leitos SUS (284 em UTIs e 184 em clínicos/enfermarias) e 125 em leitos da rede particular (72 em UTIs e 53 em clínicos/enfermarias).

Há outros 1.257 pacientes internados, 707 em leitos de UTI e 550 em enfermarias, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS

A Sesa informa a morte de mais 50 pacientes. São 14 mulheres e 36 homens, com idades que variam de 29 a 95 anos. Os óbitos ocorreram entre 9 de abril e 4 de outubro de 2021.

Os pacientes que foram a óbito residiam em Curitiba (12), Londrina (7), São José dos Pinhais (3), Ponta Grossa (3), Santo Antônio da Platina (2), Nova Aurora (2), Colombo (2) e Cascavel (2).

O boletim registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: União da Vitória, Siqueira Campos, Presidente Castelo Branco, Porto Amazonas, Pinhais, Paranaguá, Marechal Cândido Rondon, Loanda, Lapa, Ibiporã, Ibaiti, Guaporema, Guapirama, Cruz Machado, Assis Chateaubriand, Apucarana e Almirante Tamandaré.

FORA DO PARANÁ

O monitoramento da Secretaria da Saúde registra 6.087 casos de não residentes o Estado – 216 pessoas foram a óbito.

Portal Guaíra com informações da AEN