Uma situação no mínimo desconfortável foi registrada durante uma aula on-line para uma turma do curso de Direito da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A princípio, a “gafe” aconteceu na segunda-feira (27) à noite, quando um professor, acidentalmente, mostrou uma imagem imprópria, com conteúdo pornô, em uma tela compartilhada, na qual tentava apresentar os materiais da aula.

No vídeo que gravou a situação, que ficou armazenado no ambiente de Educação à Distância (EAD) da instituição, o professor mostra a tela do WhatsApp Web que está aberta em um grupo com amigos. Em meio às mensagens, há um vídeo de uma mulher nua. Os alunos começam a rir ao perceberem a situação e o professor, sem entender, questiona qual o motivo dos risos. “Já sei do que vocês estão rindo, estão rindo porque eu não sei, eu sou “bom” de informática, né? Menos meio ponto para cada um que está rindo, não pode rir. Isso aqui é uma desgraça!”, diz o professor.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Após um tempo, quando os alunos perceberam que o docente não havia realmente visto que estava mostrando a tela do aplicativo, um deles avisa: “Professor, acho melhor o senhor fechar o seu WhatsApp”. O professor olha com atenção e finalmente vê o conteúdo da tela.

“Meu deus do céu, que escândalo! Estava sendo gravado já? Tava? [risos] Me desculpem… esses meus amigos… meu deus do céu, me perdoem, pelo amor de Deus”, disse o professor.

Em contato com a UFPR, a instituição confirmou a veracidade do vídeo e atribuiu a situação à falta de familiaridade do professor com o uso da tecnologia. Ainda, afirmou que o conteúdo havia sido enviado para o docente por um terceiro e, portanto, estava fora de seu controle. Por fim, a universidade frisou que “em nenhum momento o professor em questão realizou comentários ou repercutiu a imagem que os alunos estavam vendo, restando clara a falta de intenção e a adversidade da situação”, diz a nota.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais