A morte da soldado Francielle Coimbra da Luz, lotada no Hospital da Polícia Militar do Paraná, em Curitiba, gerou comoção nas redes sociais. Francielle, de 36 anos, faleceu após dar a luz ao filho, o pequeno Noah, na quarta-feira (23), na Maternidade Santa Brígida, por complicações no parto.

Nesta quinta-feira (24), amigos e familiares fizeram homenagens a soldado. O falecimento gerou comoção e tristeza também entre os colegas da Polícia Militar do Paraná.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“Coração destruído. Despedir da afilhada, filha, Francielle. 8 meses sendo mãe, dedicada, você foi Fran, Noah… aqui tragédia na família, perder você tão menina. Noah nasceu, você nos deixou, sem explicação. Noah, nosso anjo de luz, estamos cuidando dele, minha amada afilhada”, escreveu uma familiar.

“Não tenho nem palavras pra expressar tanta tristeza…. hoje o céu recebeu um ser de luz. Minha amiga, uma pessoa de coração bondoso, sempre foi meu apoio quando eu precisei. Não entendemos o que Deus tem planejado sobre nossas vidas, mas hoje me despeço dessa amiga, mulher guerreira, mãe maravilhosa e filha exemplar. Que Deus possa confortar o coração de todos da família. Te amo, miga, fique nos braços do nosso Pai e até breve, minha amiga”, postou uma amiga.

“Com ela aprendi quem era Capitu, quem era Machado de Assis e quem era Clarice Linspector, que inclusive até onde sei era sua escritora favorita. Com ela aprendi o que era estudar para concurso, o que era estudar para federal, com ela aprendi que sambar era com o quadril e não com as mãos, e quantas vezes passamos na sala dançando samba rock […]. Ah Franci! Foram tantos momentos com você, e quando vejo essa foto só consigo me lembrar do seu sorriso e ainda escutar o som da sua voz”, lamentou outra amiga.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais