Um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) de Sarandi está sendo alvo de investigações da Polícia Civil (PC) após uma denúncia de que uma criança de 2 anos de idade teria sido trancada dentro de um brinquedo por duas educadoras da instituição.

Segundo a PC, a criança teria sido colocada dentro de um hipopótamo de plástico e mantida dentro do brinquedo por aproximadamente 5 minutos. Uma das educadoras inclusive teria sentado sobre o brinquedo para impedir que a criança saísse.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Após ser retirada do brinquedo, a bebê estava extremamente assustada, chorando e suando excessivamente. Foi necessário que um acompanhamento psicológico fosse feito com a criança desde o acontecido.

De acordo com o Secretário de Educação do município, Antônio Del Nero, uma sindicância foi aberta para apurar o ocorrido e, se necessário, punir as educadoras. “Todas as medidas já foram tomadas e as educadoras foram afastadas de suas funções”.

Ele ainda informa que uma das educadoras foi delegada para serviços administrativos enquanto responde a sindicância. “Ambas as funcionárias entraram com atestados médicos no dia em que o fato chegou ao nosso conhecimento, o que dificultou o andamento dos procedimentos administrativos. Uma delas retornou no dia 16 e foi retirada do CMEI para realizar trabalhos dentro da Secretaria enquanto a situação se desenrola. A outra retornaria na quinta-feira (22) e tomaremos a mesma medida”, completa.

O episódio teria acontecido há cerca de um mês, porém a diretora comunicou a Secretaria de Educação somente 22 dias após o acontecido. “A diretora também está respondendo um procedimento administrativo”, conclui Del Nero.

Portal Guaíra com informações do Ric Mais