(Foto: Rafael Silvestrin)

ad

[dropcap color=”#dd3333″]A[/dropcap] morte de José Marco Cunha, de 52 anos, foi esclarecida pela Polícia Civil na quinta-feira (30). Ele foi morto a facadas e depois teve o corpo queimado. O cadáver foi localizado na noite de quarta-feira (29), em uma plantação de trigo.

De acordo com o Delegado Gustavo Pinho Alves, o agricultor foi vítima de latrocínio. Ele contou que os suspeitos confessaram o crime, e disseram que conheciam a vítima.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

As informações dão conta de que a Cunha e os criminosos saíram para beber e se desentenderam. Em seguida, começaram a discutir, entraram em luta corporal, até que um dos rapazes desferiu as facadas.

Depois do crime, o corpo foi enrolado em um cobertor e levado até a plantação, onde foi incendiado.

A intenção dos envolvidos era levar a caminhonete até o Paraguai para trocar por armas, mas capotaram o veículo e acabaram presos em seguida.

Portal Guaíra com informações do Tá Sabendo