A Polícia Civil (PCPR) já realizou 48 operações dentro do Plano de Atuação Sistemática e Integrada (Pasi), desenvolvido com o objetivo de reduzir os índices de homicídios no Estado. Em 50 dias, somente em Curitiba, foram presas 30 pessoas em decorrência de cumprimentos de mandados e flagrantes.

    • A Polícia utiliza um banco de dados único para o compartilhamento de informações entre as unidades. Identificou-se que a maioria dos homicídios está relacionada ao tráfico de drogas, portanto a atuação integrada é ponto chave na repressão e prevenção aos crimes contra a vida.

 

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Todas as operações têm como foco principal a diminuição do índice de homicídios e a desestruturação e desarticulação de organizações criminosas em todo o Estado. Além disso, o PASI visa a aproximação da PCPR com a população das regiões mais afetadas pela criminalidade.

O plano conta com operações de saturação com presença massiva da Polícia Civil nas regiões, o cumprimento de mandados de prisão, ações de inteligência para levantamento de dados e operações de repressão qualificada.

    • A iniciativa possui a participação integrada de diversas unidades, como a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), Grupamento de Operações Aéreas (GOA), Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), Grupo Tigre, Agência de Inteligência e Divisões Policiais da Capital e do Interior.

 

AÇÃO – Nesta quinta-feira (11), os policiais civis cumpriram 20 mandados de busca e apreensão na região do Parolin, um dos bairros com o índice alto homicídios e tráfico de drogas.

DENÚNCIAS

    •  – A PCPR também conta com o auxílio dos moradores dos bairros em que estão ocorrendo as ações, com informações ou denúncias que auxiliem no trabalho dos policiais.

 

As denúncias podem ser feitas de forma anônima pelo telefone 0800 643 1121.

Portal Guaíra com informações da AEN