Dois policiais militares de Campina da Lagoa, no Centro-Oeste do Paraná, foram presos suspeitos de cobrar R$ 50 mil para liberar carga com cigarro contrabandeado. Eles foram presos em flagrante nesta terça-feira (22), em negociações com contrabandistas.

Conforme a polícia, a corregedoria recebeu uma denúncia afirmando que os dois estariam cobrando propina de contrabandistas para liberar a carga com os tabacos. Parte das investigações foram realizadas com o auxílio de câmeras de segurança, no dia anterior.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No vídeo, é possível ver o momento em que os policiais dentro da viatura abordam os criminosos e mandam o caminhão parar.

Além da suspeita de facilitação ao contrabando, os policiais também foram presos por vantagens indevidas e faltar com o dever da função. Eles serão ouvidos e encaminhados para a prisão militar, em Curitiba, e devem responder um processo administrativo expulsório.

O motorista do caminhão e o batedor foram localizados e presos. Após serem ouvidos, eles serão levados para a Policia Federal de Cascavel, no Oeste do Paraná.

Conforme a defesa dos suspeitos do contrabando, eles estavam apenas auxiliando os PMs a desatolar o caminhão e não possuem nenhuma ligação com a carga encontrada no veículo.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais