O homem flagrado por câmeras de segurança ao furtar um cofrinho com doações para um hospital, em Cambé, no norte do Paraná, devolveu o objeto com o dinheiro após ser corrigido pelo pai.

As doações que estavam no cofrinho tinham como destino a ajuda solidária ao Hospital do Câncer, em Londrina, também no norte. O dinheiro devolvido pelo pai do suspeito foi encaminhado ao hospital.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O caso aconteceu na quarta-feira (2). As imagens mostram o homem chegando no posto de combustíveis e pedindo pão de queijo para a atendente.

Enquanto ela se distraiu, o suspeito pegou o cofrinho e escondeu na blusa que vestia. Um boletim de ocorrência foi registrado.

O pai do homem que pegou o cofrinho informou que viu as imagens divulgadas pela televisão e que fez questão de resolver o problema. Os responsáveis pelo posto e o pai do homem não quiseram se identificar.

Segundo o pai do suspeito, o filho é dependente de drogas. Ele procurou o posto para ressarcir o prejuízo do filho, mas disse que o gerente do local pediu para que o pai levasse o homem para se desculpar também e pediu que ainda deveria se comprometer a não se envolver com novos furtos.

O acordo foi cumprido, e o homem devolveu os R$ 60 que estavam no cofrinho furtado. O dinheiro ficará com o Hospital do Câncer. A direção do hospital confirmou o ocorrido. Segundo a direção do posto, pai e filho pediram desculpas.

Em 2018, o Hospital do Câncer de Londrina chegou a enfrentar uma onda de furtos de cofrinhos e por isso começou a usar cabos de aço em alguns estabelecimento para dificultar a ação. A medida deu certo e os furtos diminuíram.

O administrador-geral do Hospital do Câncer de Londrina, Edmilson Garcia, disse que a atitude do pai foi um exemplo.

“Quando a gente vê um pai que tem essa dignidade, de fazer com que ele vá lá, devolva e, espero que ele tenha se arrependido desse ato, a gente fica contente em poder ainda acreditar no ser humano, de que ainda existe educação”, disse.

Doações ao hospital
A arrecadação por cofrinhos é uma das campanhas mantidas pelo hospital. Os cofrinhos do Hospital do Câncer de Londrina estão espalhados por vários estabelecimentos da região norte do estado.

Em 2020, a instituição arrecadou R$ 35 mil em doações de moedas. Os recursos são utilizados para reparos na estrutura e compra de equipamentos.

“Quando uma pessoa vem e pratica um furto dessa natureza, a gente fica triste pela perda do recurso e também pela ação do ser humano em prejudicar justamente um trabalho que é tão necessário para os nossos pacientes”, destacou Garcia.

Portal Guaíra com informações do G1