A Polícia Federal em Foz do Iguaçu deflagrou, na manhã desta terça feira (14), uma operação visando desarticular um grupo criminoso que vinha atuando a partir das cidades de Foz do Iguaçu/PR e Toledo/PR para enviar drogas da fronteira com o Paraguai para outros Estados da federação.

A investigação perdurou por aproximadamente 06 meses e durante este período a Polícia Federal conseguiu identificar alguns criminosos que atuavam no oeste paranaense recebendo as substâncias CAFEÍNA e CLOBENZOREX na fronteira com o Paraguai, e providenciando o transporte para outros Estados através de carros e caminhões, com as substâncias escondidas na estrutura dos veículos, com o fim de ludibriar as fiscalizações dos órgãos de segurança pública.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A apuração iniciou após uma apreensão ocorrida em 11 de junho deste ano na cidade de Céu Azul/PR, ocasião em que foram encontrados aproximadamente 135 quilogramas de CAFEÍNA e CLOBENZOREX acondicionados em sacos plásticos no fundo falso de um caminhão e preso uma pessoa em flagrante delito.

A partir deste momento foram realizadas diversas diligências investigativas e colhidos elementos de informação que possibilitaram a identificação da associação criminosa que, conforme apurado, já estava atuando neste transporte ilícito há pelo menos um ano.

A substância CLOBENZOREX é de uso PROSCRITO no Brasil e está na Lista F2 – SUBSTÂNCIAS PSICOTRÓPICAS da Portaria 344/98, de 12 de maio 1998, ANVISA e a CAFEÍNA está na Lista III da Portaria 240, de 12 de março de 2019 – Ministério da Justiça e Segurança Pública e seu comércio e distribuição é fiscalizado pela Polícia Federal. Ambas substâncias são comumente utilizadas para elaboração da droga conhecida popularmente como “ECSTASY” ou “ECSTASY PARAGUAIO”.

Ao todo 10 policiais foram às ruas para dar cumprimento a dois mandados de busca e apreensão e 03 mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça Federal de Foz do Iguaçu.

Além da cidade de Toledo/PR, também foram expedidos mandados para cumprimento nas cidades de Santo Antônio de Jesus/BA e Goiânia/GO.

Os investigados serão indiciados pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico internacional de drogas, capitulados nos artigos 33 e 35, c/c, art. 40, I, da Lei 11.343/06 e ficarão a disposição da Justiça Federal.

Até o momento desta publicação, a PF havia prendido duas pessoas, apreendido dinheiro, celulares e um veículo utilizado para transportar os ilícitos.

*O nome da operação “Blue Tuesday” faz alusão a sensação de depressão após o uso de ecstasy.

Portal Guaíra com Assessoria