(Foto: Luiz Fernando Cerni)

A terça-feira começou com a registro de geadas em áreas de feijão, hortaliças e até mesmo pontos isolados de milho segunda safra do Paraná. Em São Mateus do Sul, no Paraná, a mínima registrada foi de apenas -1ºC e em Palotina, 2°C. Em Cabo Verde, sul de Minas Gerais, a temperatura foi de apenas 3°C, mas sem registros de geada em áreas de café.

Na quarta-feira, 26, pela manhã a sensação ainda será de frio em todos os estados do Sul. Há chance para geadas na Campanha, nas serras gaúcha e catarinense. Não há mais chances de geadas na metade sul do Paraná, não se descarta somente áreas do extremo sul do planalto, como General Carneiro e arredores. Na parte da tarde as temperaturas sobem, e a máxima deve ser um pouco maior que no dia anterior, mas ainda assim, amena. No entanto, a sensação ainda será de frio em todos os estados.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No Paraná, a chuva retorna a partir desta quarta-feira na metade norte do estado. Na quinta-feira, 27, a massa de ar seco inibe a formação de nuvens carregadas em toda a região Sul do país, mas o frio diminui. A tendência é que até o final da semana, os temporais retornem para o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, com chuva volumosa, fortes rajadas de vento e temporais. Não se descarta o potencial para granizo e volumes de 70 milímetros acumulados em áreas do Rio Grande do Sul. No sábado, 29, os temporais avançam para o Paraná.

Na semana que vem já está prevista uma nova onda de frio ainda mais intensa quando comparada com a desta semana. Há expectativa de geadas, inclusive, em áreas de milho segunda safra do oeste do Paraná. Para o Sudeste do Brasil, ao menos por enquanto, as áreas de café estão sem previsão de geada.

Portal Guaíra com informações do Canal Rural