O ano de 2019 chegou ao fim com dois episódios chocantes de violência contra a mulher sendo registrados no litoral do Paraná na última terça-feira (31 de dezembro).

O primeiro caso foi registrado no Balneário Lebon, em Pontal do Paraná, por volta de meio-dia, quando um pedreiro de 44 anos teria matado a esposa, de 53, a facadas. O casal estava junto há 10 anos e haviam se mudado há cerca de um mês para a residência onde ocorreu o crime.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O motivo do crime ainda não está esclarecido, mas familiares do suspeito e da vítima relatam que o casal já vinha tendo problemas por conta de episódios de ciúmes. O irmão do pedreiro foi quem acionou a Polícia Militar (PM), que efetuou a prisão do suspeito – ele confessou o feminicídio.

Já de noite, no Balneário de Praia Grande, em Matinhos, uma idosa de 66 anos acabou gravemente ferida ao ter o corpo queimado pelo namorado, de 65 anos. A mulher teve 98% do corpo queimado e chegou a ser internada no Hospital Regional de Paranaguá, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu na manhã desta quarta-feira (1º de janeiro). O caso está sendo investigado pela Polícia Civil e o namorado da vítima, que fugiu após o crime, é considerado foragido.

Portal Guaíra com informações do Bem Paraná