ad

[dropcap color=”#dd3333″]U[/dropcap]ma mulher foi presa, ontem, em Castro, nos Campos Gerais, durante ‘Operação Alcova’, que investiga grupo envolvido na exploração sexual de adolescente.

A idosa de 66 anos foi denunciada acusada de levar a neta, menor de idade, a um prostíbulo, esperar a garota ‘fazer o programa’ e depois obriga-la a dividir o dinheiro.

De acordo com a promotora Dúnia Serpa Rampazzo, coordenadora da Operação Alcova, a mulher era o contato entre a garota e a dona do bordel, que foi presa em 2016.

Segundo a 2ª Promotoria de Justiça de Ibaiti, as investigações desta etapa tiveram início em novembro de 2016, após a deflagração da primeira e da segunda fase da operação.

Após a denúncia, a proprietária do estabelecimento que explorava a prostituição e um outro homem, a avó da menina passou a ser investigada, ficando constatado que ela também estava envolvida na exploração da adolescente.

O cumprimento do mandado de prisão contou com o apoio das Promotorias de Justiça Criminais de Castro.

A adolescente está atualmente inserida no Programa de Proteção a Testemunhas. A dona da casa de prostituição permanece detida em Ibaiti. O caso corre sob segredo de Justiça por envolver menor de idade.

Portal Guaíra com informações do NP Diário


CLINICA SALUTAR