Um caso inusitado aconteceu em Alto Paraná na noite de sexta-feira (2). Uma mulher de 43 anos levou um tiro na cabeça enquanto estava sentada no sofá em sua casa, mas a vítima não sabe dizer quem teria motivação para o crime, e nem de onde veio o disparo.

Ela contou para a Polícia Militar que quando ouviu o barulho, pensou que a bateria do seu celular havia explodido, mas logo percebeu sua cabeça sangrando muito.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O marido da vítima, que estava em outro cômodo da casa no momento do disparo, foi até a sala, viu a mulher sangrando sem ter explicação e a levou para o Hospital Municipal.

Uma equipe da Polícia Militar foi até a residência do casal e encontrou um projétil de arma de fogo, calibre .22.

Tanto a vítima, quanto seu marido, informaram que não têm problemas conjugais e que não brigam.

O projétil foi apreendido para investigações.

Portal Guaíra com informações do Umuarama News