Você tem alguma lembrança marcante da sua infância? A da pequena Danieli Sophie, de apenas cinco anos, com certeza será a sexta-feira (24/07), quando diversas policiais militares femininas foram até a sua casa e fizeram uma surpresa. A rua da casa da família, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), ficou tomada por viaturas da Polícia Militar e a visita fez a alegria da menina.

Tudo começou com uma publicação em um grupo de uma rede social, onde a mãe da pequena Danieli contou que a filha tinha o sonho de conhecer uma policial feminina. “Quando fiz a publicação eu imaginei que alguém ia topar vir aqui para conhecer ela, mas não achei que tomaria essa proporção”, disse a mãe, Melyssa Leite.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Sem conseguir colocar em palavras a sua felicidade, Danieli foi de viatura em viatura conhecer as suas ídolas. Ela pode ver como é uma viatura por dentro, pode acionar a sirene, aprendeu  que policiais também andam de motocicleta e que ela pode ser o que quiser, até mesmo uma policial. As policiais prepararam uma cesta de presente, com boina, boné, garrafinha de água, caneca e camiseta da PM, além de doces.

De acordo com a mãe, Dani, como é conhecida, orava todos os dias quando acordava e antes de dormir e pedia para conhecer uma policial militar. “O sonho dela era que uma policial mulher viesse ver ela e no fim vieram várias, o que nos surpreendeu. É até difícil segurar a emoção, porque realizar o sonho dela é realizar um sonho nosso”, comentou Melyssa.

Para o pai, Wesley Eduard, foi um momento muito importante conseguir realizar o sonho da filha. “Gostaria de agradecer o pessoal da Polícia Militar, que tirou um tempinho, veio e trouxe alguns mimos para ela”, disse. “Ela pedia isso todos os dias e esse desejo era dela e não algo que forçado na nossa parte. Não temos ninguém na família que é policial, então isso brotou no coração dela e, após ela pedir, Deus atendeu o seu pedido”, complementou.

“Ela fala da PM desde o ano passado e agora se intensificou. Até o aniversário dela, que foi no mês de junho, teve como tema a polícia e ela não sabe falar em outra coisa. Nós incentivamos esse desejo, pois se esse desejo está no coração dela é porque é para ser”, disse Melyssa.

ORGANIZAÇÃO – De acordo com uma das organizadoras, tenente Michele de Paula Trindade Sensolo, as policiais militares se reuniram de forma voluntária para fazer a surpresa. “Algumas militares estaduais que estão aqui hoje estão de férias, que tiveram orgulho de colocar a sua farda novamente e vir aqui prestar essa homenagem à Dani”, contou.

A soldado Gisele Andrade Duarte, do 13º Batalhão de Polícia Militar (13º BPM), foi uma das policiais militares femininas que foram marcadas na publicação da Melyssa na rede social. “Na noite de quinta-feira nós já nos reunimos em um grupo e acabamos formando uma ação voluntária, pois a maioria das policiais que estão aqui vieram em seu momento de folga, de uma forma que nós conseguíssemos atender o pedido da mãe e não comprometer a saúde da Dani, das policiais e dos demais”, explicou.

“Se a gente cativar as crianças, mostrar que a Polícia Militar está junto com a sociedade, no futuro elas poderão trajar uma farda como todas nós”, complementou a tenente Trindade.

Colombo, 24 de Julho de 2020. Policiais Militares femininas fazem visita a menina fâ de Policia Militar em Colombo. – Soldado Ismael Ponchio.
Colombo, 24 de Julho de 2020. Policiais Militares femininas fazem visita a menina fâ de Policia Militar em Colombo. – Soldado Ismael Ponchio.
Colombo, 24 de Julho de 2020. Policiais Militares femininas fazem visita a menina fâ de Policia Militar em Colombo. – Soldado Ismael Ponchio.

Portal Guaíra via Assessoria