Uma mulher de 69 anos acionou a Polícia Militar (PM) após ser ameaçada pelo próprio filho, de 42 anos, em Apucarana, no norte do Paraná. A vítima contou aos policiais que ele estava agressivo e alterado. O homem disse, segundo a mãe, que “passou a semana inteira planejando a sua morte”.

O caso aconteceu no sábado (8). Ao chegar na residência, os policiais notaram que a mulher estava angustiada. Antes de começar a falar com a equipe, o suspeito saiu da sala e, percebendo a presença da PM, tentou fugir pela cozinha, mas não conseguiu.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O homem foi imobilizado e algemado. Sua mãe contou que ele também tem ofendido a neta dela, de 10 anos, com palavras de baixo calão. De acordo com o relato, o filho tentou forçar a saída da menina da residência, alegando que a casa é apenas dele.

A mãe tinha uma medida protetiva contra o filho. Ela disse que não a renovou devido a uma deficiência locomotora, o que a impossibilitou de ir até a delegacia da mulher. Os policiais prenderam o homem e o encaminharam para a 17ª Delegacia de Polícia de Apucarana.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais