A 1ª Vara Criminal de Colombo expediu o mandado de prisão em desfavor de Daniel Fernandes Chandoski, 35 anos.

Daniel que é pastor, morava com sua irmã em uma residência localizada no bairro Guaraituba em Colombo. O pastor teria se aproveitado da proximidade das crianças para estuprar e engravidar a própria sobrinha.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A menina estaria sendo abusada desde que tinha 12 anos. Agora com 14, a adolescente que acabou engravidando durante os estupros, teve um bebê. Durante a gestação, por medo ela não quis contar para mãe quem era o pai do bebê. Porém, após exame DNA para descobrir a paternidade, foi descoberto que o pai do bebê é o próprio tio, o pastor.

O Conselho Tutelar recolheu não só a menina, como o bebê e outras duas crianças, que são irmãs da menina abusada. A mãe relatou desconhecer os abusos e que em momento algum a menina deu sinais de que o tio estaria cometendo tal atrocidade.

Daniel deverá responder por estupro de vulnerável. A polícia realiza buscas, porém até o momento ele segue foragido.

Portal Guaíra com informações do Plantão 190