(Foto: Reprodução/RPC)

A Justiça aceitou uma denúncia formulada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) contra um homem acusado de ter matado duas idosas a tijoladas, em Antonina, no litoral do Paraná. A denúncia foi aceita na segunda-feira (18).

O crime aconteceu no dia 6 de janeiro de 2021. As vítimas tinham 65 e 68 anos, de acordo com a polícia. Carlos Eduardo Policarpo, de 38 anos, foi preso no mesmo dia.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com a Polícia Civil, o acusado foi preso por duplo homicídio qualificado, por motivo fútil e tentativa de impunidade.

Segundo as investigações, as mortes foram provocadas por uma discussão envolvendo o pagamento de um serviço de roçada, no valor de R$ 50.

O caso
A Polícia Civil informou que o homem não concordou com o valor pago e foi até a casa de uma das vítimas tentar rediscutir o dinheiro.

Durante a discussão, o homem pegou um tijolo e agrediu uma das idosas, segundo a polícia. Na sequência, ele foi até a casa de uma vizinha, onde faria um outro serviço, levando o celular da vítima.

Já na segunda residência, o homem tentou se passar pela vítima, enviando uma mensagem de texto do celular dela para a vizinha, dizendo que não estava se sentindo bem.

Conforme a polícia, o acusado tentou simular um acidente.

Suspeito usou celular de uma das vítimas para tentar simular acidente, em Antonina — Foto: Reprodução

Apesar disso, a vizinha chamou familiares da vítima e pelo socorro. A Polícia Civil informou que o homem não gostou que a segunda idosa pediu por ajuda e, por isso, também a matou.

Carlos Eduardo acabou sendo preso depois de um cerco montado pela polícia.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito disse que tomava remédios controlados no momento da prisão.

Portal Guaíra com informações do G1