Uma mulher de 25 anos foi vítima de violência doméstica na madrugada desta segunda-feira (16), em Apucarana, no norte do Paraná. A vítima é moradora de Cambira e mantinha um relacionamento amoroso com um homem casado, de 44 anos, residente de Mandaguari. Ambos municípios também ficam no norte do estado.

Segundo depoimento da jovem, os dois se encontram há dois meses, mas no domingo (15), ela acabou agredida ao informar que iria dormir na casa de uma amiga. O crime ocorreu dentro do carro do suspeito, que estava estacionado às margens da rodovia que liga Cambira a Novo Itacolomi.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Enciumado e não querendo que a mulher saísse de casa, o homem passou a desferir socos, tapas e puxões de cabelo contra a jovem. Conforme o relato, ao ver que seu nariz começou a sangrar muito, ela pediu para que o companheiro a levasse para casa. Na sequência, ao passar em frente a uma residência da vizinhança, a vítima começou a gritar por socorro e conseguiu sair do carro. Já o suspeito acelerou com o veículo e fugiu do local.

Os vizinhos socorreram a moça e acionaram uma ambulância. Ao chegar na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Apucarana, ela estava com a blusa encharcada de sangue, com um corte médio na mão direita e hematomas por todo o corpo, principalmente na região dos braços, lado esquerdo do rosto, olhos e nariz.

A equipe médica acionou a Polícia Militar (PM). A vítima não soube informar a placa, nem o modelo do carro nem o endereço do agressor, que permanece desaparecido. A PM de Cambira também foi informada e deve ajudar nas investigações.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais