O jovem de 19 anos, preso no dia 6 de agosto por matar e comer um cachorro em Curitiba, foi novamente detido na noite desta sexta-feira (14). Eriko Vinícius Silvestre Pontada havia saído da cadeia na quinta-feira (13) para responder pelos crimes de maus-tratos a animais e corrupção em liberdade.

De acordo com a Polícia Militar, dessa vez, ele foi abordado quando transitava com um Fiat Uno Mille roubado pelo bairro Ganchinho.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A Polícia Civil chegou até o jovem após uma denúncia informar que ele havia matado um cachorro a chutes e estava oferecendo a carne do animal para a venda, como se fosse de porco.

Em sua residência, no bairro Alto Boqueirão, os investigadores encontraram rastros de sangue e o restos do corpo do cão assado dentro do forno.

No dia 6 de agosto, após ser conduzido à delegacia por maus-tratos a animais, ele tentou subornar a polícia para que fosse liberado e acabou preso por corrupção.

Durante o depoimento, Pontada ainda confessou ter se alimentado do cachorro que matou e também disse já ter comido um periquito. Provocativo, também declarou ao delegado Matheus Laiola que poderia comer alguns gansos que estavam na Delegacia do Meio Ambiente.

Pontada já possuía passagens pela polícia por agressão, violação de domicílio e porte de simulacro de arma de fogo. Conforme familiares, ele é dependente químico e tem pouco contato com o parentes.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais