Foto: Tribuna do Interior

[dropcap color=”#dd3333″]U[/dropcap]m internauta, morador de Campina da Lagoa/PR, se deu mal ao chamar policiais do município de ‘corruptos’. Os agentes participaram recentemente de uma operação denominada ‘Raio-x’ com várias apreensões de produtos contrabandeados. O desabafo do acusado, identificado pelas inicias E. F., foi publicado por ele em um site de notícias da cidade, ao comentar uma reportagem da operação policial.

Além de criticar os policiais, ele chamou os agentes de corruptos. “(…) e aí que vantagem tem tirar da boca do pobre para colocar no bolso de corrupto que é pior que ladrão. Isso é fato que acontece no nosso Brasil. Bando de corruptos”, disse o internauta na publicação.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Após tomar conhecimento da situação, o delegado de Campina da Lagoa, Sérgio Antônio de Brito levou o caso à Justiça, que determinou que o internauta se retratasse publicamente da ofensa, pelo mesmo site. Ele também foi obrigado a pagar uma multa e ainda prestar serviços à comunidade, na delegacia de Polícia Civil da cidade.

Brito comentou que não se pode admitir ofensas pela internet contra policiais. “Se as pessoas têm informações e provas de corrupção por agentes policiais devem realizar a denúncia aos órgãos competentes, inclusive de forma sigilosa, não sendo lícito ofender de forma genérica todos policiais pela internet e sem provas, sob pena de atingir a reputação de pessoas honestas”, alertou.

O delegado informou também que a prática de difamação contra servidor público em razão de seu ofício é crime de ação penal pública e pode resultar na condenação de 1 a 6 meses de prisão, conforme prevê o Código Penal.

Portal Guaíra com informações do Tribuna do Interior