A história da dona Jaqueline de Oliveira poderia ser como qualquer outra de alguém que recebeu uma doação através da Campanha do Agasalho. Mas, a moradora do Jardim Planalto, em Arapongas, é daquelas que inspiram, provando que solidariedade e honestidade andam juntas, independentemente da necessidade.

A idosa que foi beneficiada com um cobertor arrecadado pela Secretaria Municipal de Assistência Social da cidade durante a Campanha do Agasalho, surpreendeu a todos ao voltar ao CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) da zona sul, região onde ela mora, onde recebeu a doação. A mulher portava um envelope contendo R$ 6 mil em dinheiro que, segundo Jaqueline, foi encontrado em meio ao cobertor que havia sido doado pelo órgão.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ela contou à equipe da secretaria que não achava justo ficar com “aquilo”, já que tinha ganhado apenas o cobertor.

“Quando vi um pacote diferente no meio do cobertor que peguei na doação, voltei para o CRAS. Nem abri em casa. A princípio fiquei assustada, não costumo ficar com algo que não é meu, que não foi realmente me dado. Eu tinha ganhado o cobertor e não achei correto ficar com o que veio junto. Por isso, devolvi”, relatou a senhora a equipe da assistência social.

A equipe do CRAS Zona Sul repassou o caso para a Secretaria de Assistência Social, que abriu um boletim de ocorrência na 22ª Subdivisão Policial de Arapongas, onde foi feita a entrega do dinheiro, que foi depositado em juízo.

A destinação dos valores será feita pelo Poder Judiciário. Até esta quarta-feira (7), de acordo com informações da Prefeitura de Arapongas, o dono do dinheiro não foi localizado.

Portal Guaíra com informações da TV Caiuá