Um morador de Umuarama foi preso nesta quarta-feira (7) como alvo da operação da Polícia Civil do Paraná, ele é suspeito de ser um dos integrantes de um grupo envolvido na fraude de pagamentos de IPVA de carros de luxo.

No vídeo que circula na internet o homem está com dezenas de notas de R$ 100 ele faz menção de queimar o dinheiro para manter o fogo da churrasqueira, mas em vez disso ele troca a nota e queima uma de R$ 2.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O esquema
A Polícia Civil do Paraná prendeu temporariamente 16 pessoas suspeitas de captar proprietários de carros de luxo e oferecer a quitação do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores), com descontos que variavam entre 30% e 50%. O pagamento do débito era realizado através de invasão de contas bancárias alheias.

Durante investigações, que duraram aproximadamente oito meses, a PCPR descobriu que diversos angariadores estariam atuando no Paraná associados a criminosos do Pará, para onde a maior parte do dinheiro arrecadado é encaminhado.

Para dar ainda mais credibilidade à prática criminosa, os indivíduos cobravam dos proprietários o valor referente à quitação do débito somente após baixa no sistema, comprovando o pagamento.

Os presos temporários podem responder por furto qualificado mediante fraude e associação criminosa.

Portal Guaíra com informações do Umuarama News