Um homem foi condenado a 35 anos e meio de prisão, por homicídio qualificado na violência doméstica (feminicídio) e meio cruel, em Paraíso do Norte, noroeste do Paraná.

De acordo com o Ministério Público do Paraná, Willian Henrique Bertoldo de Almeida mantinha um relacionamento amoroso abusivo com a vítima, Maria Conceição dos Santos, de 50 anos. O caso ocorreu em dezembro do ano passado.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Segundo a denúncia, a mulher havia terminado a relação. Inconformado, ele foi até a casa de Maria e a espancou com agressões na cabeça. Depois, ateou fogo nela, que logo se espalhou por toda a residência. Maria não resistiu. A investigação concluiu que ela morreu por asfixia e carbonização.

Willian está preso há oito meses, e deve seguir para cumprir a sentença sem o direito de recorrer a liberdade, conforme o Ministério Público.

Portal Guaíra com informações do Ric Mais