(Foto: PB Urgente)

Um homem de 31 anos se entregou à polícia e confessou ter matado o próprio amigo, na noite de sábado (12) na cidade de Coronel Vivida, no Sudoeste do Paraná. O detido de 31 anos foi encontrado na região de comunidade Santa Lúcia, localidade onde Orlei Vargas, de 46 anos foi encontrado morto.

O autor relatou que estava escondido em uma área de mata com medo, mas pediu ajuda de moradores para se entregar à polícia. Aos militares ele informou que ele e a vítima estavam consumindo bebida alcoólica na noite de sábado (12), quando houve uma discussão, e ele usou de uma foice para cometer o crime. O corpo de Orlei foi encontrado no domingo (14), por um conhecido da vítima.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O delegado responsável pela investigação ouviu o detido que afirmou não ter decapitado a vítima. “Segundo ele, ele não teria se desfeito desta parte do corpo ele não teria ocultado a cabeça, mas deixado ela ali e fugido ainda na noite de sábado. Na versão dele, os animais que existem na propriedade, provavelmente teriam consumido a cabeça da vítima, uma versão que parece ser pouca verossímil, em razão disso ainda continuam as buscas para tentar localizar essa parte do cadáver, explicou Rômulo Ventrella, delegado de polícia.

Desde o início da investigação, a polícia suspeitava do homem, que era amigo da vítima. “Ele residia com a vítima e anteriormente já havia agredido a vítima com uso de uma arma branca”, completou Ventrella. A Polícia aguarda os resultados de exames para identificar qual golpe foi o que matou a vítima e também a perícia local. Ele permanece preso preventivamente na delegacia de Pato Branco e pode responder por ocultação de cadáver.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais