O homem que foi preso depois de jogar água fervendo na mulher durante uma briga em Floresta, no norte do Paraná, responderá ao processo por tentativa de feminicídio. A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR) na terça-feira (13).

O mecânico de 43 anos, está preso desde 19 de setembro.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A mulher, que tem 51 anos, sofreu queimaduras de segundo grau em várias partes do corpo. No dia da agressão foi atendida no hospital de Floresta e depois foi transferida para o Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Universitário de Londrina. Ela recebeu alta médica há uma semana, ainda segundo o hospital .

O caso
Segundo a Polícia Civil, a vítima contou que estava cozinhando macarrão quando o marido chegou transtornado em casa. O homem começou a briga ao dizer que o cachorro da família fugiu porque a mulher deixou o portão da casa aberto.

A mulher relatou que depois disso o companheiro pegou a panela que estava em cima do fogão e jogou contra ela.

Ao ser preso em flagrante, o mecânico ficou surpreso com a decisão. Em depoimento à Polícia Civil, o acusado negou a versão contada pela mulher.

Portal Guaíra com informações do G1