A Polícia Militar (PM) atendeu uma ocorrência de um homem de 47 anos que teria matado a própria mãe e cunhada com golpes de machado na quarta-feira (27) em em Tamarana, na região de Londrina, no Norte do Paraná. Segundo informações, a suspeita é que ele tenha sido acometido por um surto psicótico.

Além das duas vítimas fatais, identificadas como Maria da Luz Almeida Prestes e Beatriz Prestes, uma criança de 1 ano também teria ficado ferida durante o acontecido e foi encaminhada à um hospital do município em estado grave com suspeita de traumatismo craniano.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O suspeito teria um quadro clínico de alucinações visuais, auditivas e histórico de esquizofrenia. A família disse ao portal Ric TV que procurou internação médica do paciente na semana anterior à tragédia, porém o hospital não havia vaga disponível.

“Isso aqui é culpa do hospital de Tamarana que não internou meu irmão e não arrumou um psiquiatra. Amanhã que eles iriam procurar atendimento para ele, mas olha o amanhã, olha o que aconteceu com minha mãe” lamentou a irmã Jusamara Prestes.

O homem, que não estava medicado, recebeu um encaminhamento do Hospital Municipal São Francisco para ser atendido por um psiquiatra com urgência em uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

A consulta estava agendada para esta quinta-feira (27).

Portal Guaíra com informações da Ric Mais