Um homem foi preso suspeito de agredir a esposa e mantê-la sob cárcere privado em Imbituba, na região central do Paraná, segundo a Polícia Civil. O caso foi registrado no domingo (28).

A Polícia Civil informou que o casal estava em isolamento porque ambos testaram positivo para a Covid-19.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima conseguiu sair de casa junto com as duas filhas, de um e quatro anos de idade, num momento em que o suspeito se distraiu. A mulher pediu ajuda para vizinhos.

A vítima disse à polícia que estava sendo agredida há 10 dias e que foi acordada no domingo com chutes e socos.

A mulher contou que foi ameaçada de morte e que tentou sair de casa, mas o homem conseguiu alcançá-la e a arrastou pelos cabelos de volta para a residência, de acordo com a PM.

Ainda conforme os relatos da vítima, segundo a polícia, as agressões aconteciam na frente das duas filhas da mulher.

Após pedir ajuda de vizinhos, a polícia foi acionada a prendeu o homem, de 36 anos. Ele foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Irati, também na região central.

Segundo a polícia, o suspeito foi isolado de outros presos na cadeia de Irati.

O homem foi autuado em flagrante por cárcere privado, constrangimento ilegal, lesão corporal e por constrangimento de criança, conforme a Polícia Civil.

Portal Guaíra com informações do G1