Uma moradora da região metropolitana de Curitiba vem recebendo mensagens de cunho sexual de homens de todo Brasil e até mesmo de fora do país depois de ter seu número divulgado nas redes sociais como se fosse uma garota de programa.

A mulher chegou a trocar de número, mas o homem acusado de fazer a divulgação descobriu e novamente criou uma página no Facebook oferecendo serviços sexuais.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A importunação começou depois que a vítima ajudou uma amiga a entrar com o divórcio contra o acusado. Por não aceitar a separação e para se vingar o homem deu início à divulgação do número.

O caso aconteceu em Pinhais e o acusado é professor da rede pública.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais