Professores decidiram manter a greve da categoria na última assembleia da categoria (Foto: Daiane Baú / G1)

A greve dos professores e funcionários estaduais do Paraná chega ao 29º dia nesta segunda-feira (9).

A data será marcada por mais uma assembleia da categoria para definir o rumo da paralisação, que prejudica quase um milhão de estudantes em todo o estado.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O encontro acontece no Estádio da Vila Capanema, em Curitiba, desde às 8h30, e deve reunir 20 mil servidores. O grupo que está acampado em frente à Assembleia Legislativa – cerca de 100 pessoas – deixou o local em direção à Vila às 7h30.

A última assembleia realizada na Vila Capanema foi na quarta-feira (4) e também reuniu cerca de 20 mil trabalhadores. Em maioria absoluta, eles decidiram pela continuidade da paralisação.

Ao G1, a diretora de finanças do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato), Marlei Fernandes de Carvalho, explicou que o retorno das aulas não será imediato caso os professores decidam encerrar a greve. “Teríamos que organizar algumas coisas ainda para que os alunos possam voltar com tranquilidade para a sala de aula”.

O Sindicato foi notificado de decisão que determina retorno imediato das aulas.

Professores decidiram manter a greve da categoria na última assembleia da categoria (Foto: Daiane Baú / G1)
Professores decidiram manter a greve da categoria na última assembleia da categoria (Foto: Daiane Baú / G1)

Portal Guaíra com informações do G1