A greve continua com um intenso calendário de mobilização
A greve continua com um intenso calendário de mobilização
A greve continua com um intenso calendário de mobilização

Em pleno sábado (21), dirigentes de todo estado realizaram intensos debates e análises sobre a greve histórica que educadores realizam desde o dia 09 de fevereiro. A cada dia a mobilização e a unidade da categoria faz com que o movimento ganhe mais apoiadores. Apesar do imenso investimento do Governo do Estado em propaganda, a força e a solidariedade da categoria se contrapõe ao discurso de que são apenas “baderneiros” que estão na luta: somos educadores em defesa do ensino público de qualidade.

A greve de resistência pela manutenção de direitos historicamente conquistados é um verdadeiro exemplo de cidadania à mães, pais, estudantes e sociedade em geral. A força da categoria já apresenta conquistas: o recuo do governo ao retirar os projetos de lei que retiravam direitos dos servidores e a reabertura da negociação com o sindicato, são exemplos disso. Porém é necessário avançar mais. Vários pontos da pauta da greve ainda estão pendentes. Por isso, a greve continua!

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

23 de fevereiro – Segunda-feira
Manhã – Reunião dos Conselhos Regionais ampliados para organização da continuidade da greve e caravanas para Curitiba
14h – Acompanhamento da sessão da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep)
Final da tarde – Panfletagem em terminais e praças

24 de fevereiro – Terça-feira
Manhã – Reunião com diretores e diretoras das escolas – em todos os núcleos sindicais e na sede estadual da APP-Sindicato
9h – Reunião da coordenação do Fórum das Entidades Sindicais (FES)
Realização de blitz nas cidades para pintura de vidros de carro “#eutonaluta”

25 de fevereiro – Quarta-feira
Grande ato em defesa da Escola Pública – Curitiba

Outras deliberações do Conselho Estadual Ampliado:

  • Auditoria da dívida financeira do Estado
  • Materiais sobre a previdência e sobre a dívida do governo
  • Reforçar comando unificado do FES
  • Visita a deputados(as) com carta de apresentação da pauta da categoria
  • Diálogo com demais movimentos: social, sindical e popular e convite para participação das atividades da greve
  • Notas Jurídicas a respeito das dúvidas sobre a greve – já no site da greve
  • Projeto de lei de iniciativa popular sobre renúncia do auxílio-moradia do Judiciário, Tribunal de Contas e Ministério Público
  • Projeto de lei que dispõe sobre a mudança na alíquota dos repasses do Estado para Judiciário, Tribunal de Contas e Ministério Público
  • Reforçar o acampamento da greve – revezamento dos Núcleos Sindicais
  • Fortalecer a participação de educadores(as) aposentados(as) na greve
  • Indicativo de realização de nova reunião do Conselho Estadual na próxima sexta ou sábado

Portal Guaíra com informações do App-Sindicato