(Foto: OBemdito)

A Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (Fetranspar), que representa mais de 20 mil empresas no Estado, emitiu uma nota de repúdio ao fechamento das estradas no Paraná.

Os fechamentos ocorreram em todas as regiões e são organizados por caminhoneiros que querem a destituição do STF e apoiam o presidente Jair Bolsonaro.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A Federação, por meio da assessoria de imprensa, destacou que “em nenhum desses atos, motoristas ou empresas do setor de transporte estão presentes, sendo movimentos isolados e praticados por profissionais autônomos que não fazem parte da Federação”.

A entidade reforça ainda que “desconhece o teor da pauta e salienta que o direito de ir e vir das pessoas que estão nas estradas bem como dos transportadores que necessitam trafegar levando suas cargas, precisam ser respeitados. Vale destacar ainda que, nestas localidades onde ocorrem as manifestações, cidades correm o risco de desabastecimento de produtos essenciais que chegam via transporte rodoviário”.

Por fim, a Fetranspar falou que “qualquer pauta de reivindicação deve ser resolvida com diálogo entre as categorias e autoridades competentes, sem que se prejudique o tráfego em estradas ou dentro das próprias cidades”.

As informações são do OBemdito