Quando o casal William Lopes de Souza e Meirianny Souza começou a planejar o chá de bebê do primeiro filho, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, nem imaginava que uma triste coincidência marcaria o dia da festa.

O filho do casal receberá o nome de Bryant, em referência à estrela do basquete norte-americano Kobe Bryant. O ex-jogador morreu neste domingo (26), em um acidente de helicóptero. A notícia da morte chegou durante a festa de chá de bebê.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Apaixonado por basquete desde criança, o advogado William Lopes de Souza disse que custou a acreditar que a notícia fosse verdadeira.

“Para mim foi bem difícil, fiquei muito triste. Quando estava quase terminando o chá, os nossos amigos começaram a mandar mensagem. Eu não acreditei muito não, achei que era fake news”, contou.
O casal fez bolo, bandeiras e até mesmo camisetas com bolas de basquete nas cores do Los Angeles Lakers – equipe a qual Kobe Bryant fez história no basquete.

O chá de bebê estava agendado desde dezembro do ano passado.

“É muita felicidade por nosso filho estar vindo, vamos homenagear ele com o nome, mas fica aquela pontinha de tristeza, porque a gente não imaginava que isso ia acontecer bem no dia do nosso chá”, disse William.

Gravidez e homenagem
Meirianny Souza está grávida de nove meses. O pequeno Bryant deve nascer em no máximo três semanas, segundo a mãe.

“Já está tudo pronto, estamos bem ansiosos. Queremos ver a carinha dele”, contou.

O casal disse que quando descobriu a gravidez, torceu para que viesse um menino. Já a escolha do nome era um sonho de moleque de William, que jogava basquete na adolescência.

“Eu sempre olhava o nome do Kobe Bryant achava bonito, falava para os meus amigos que quando eu tivesse um filho ele teria nome de jogador de basquete. Eu coloquei o nome para minha esposa, e ela aceitou”, lembrou.

Segundo o casal, os familiares aprovaram a escolha. Agora, William e Meirianny esperam que o filho também goste do nome e se apaixone pelo basquete.

“Daqui um tempo a gente vai sentar e contar para o nosso filho toda a história e a repercussão que deu, mesmo com ele estando na barriga da mãe. Espero que ele fique feliz”, disse.

Portal Guaíra com informações do G1 PR